Make your own free website on Tripod.com
Diários da Gina e do Barbas
 

Número de visitantes: Hit Counter

Carregue aqui para aceder ao Diário fotográfico das crias da Gina e do Barbas

Actualizado em: 31/08/04

     
Neophemas
Contacte-me
Aves Disponíveis
Links
Técnicas de Criação
Periquito Australiano
Diários
Inventário
Galeria de Fotos
Gaiolas Bricolage
Abrigo de Jardim

 Diário da Gina e do Barbas + Gino...

A 27 de Maio de 2004 juntei a Gina e o Barbas. O interesse foi mutuo. Assim que se viram, começaram logo com rituais típicos de casal. As bicadinhas suaves, a dança do Barbas à volta dela para a excitar ... etc.. O interesse pelo ninho veio logo a seguir. Ela está com o ninho de plástico e tem passado muito tempo de volta dele a bicar o fundo.

 
07 de Junho de 2004:

(17h00m) Tem sido um forró a semana toda. O Barbas tem galado a Gina praticamente todos os dias. O principio da tarde (por volta das 17h00m) dá inicio à hora sexual deles. Ele desata a cantar de volta dela, vão os dois para os poleiros mais altos do viveiro. À medida que ele vai cantando o dando pancadinhas com o seu bico no dela, a excitação cresce nela também. Depois, um ligeiro eriçar das penas na cabeça dela, seguido de assumir uma posição mais horizontal e, dão inicio à copula. As pupilas do Barbas ficam muito pequenas, só uma pequena mancha no branco dos olhos, sinal da sua excitação. Esta reacção, não a noto na Gina. Sendo ela lutina, tem olhos vermelhos e não noto o mesmo efeito. O número de copulas varia entre 2 a 3 vezes praticamente seguidas sem recurso a comprimidinhos azuis (o tipo é mesmo leão do Sporting - que desgraça a minha). Notei que a zona do ventre dela estava inchada. Eventualmente terá lá um ovo para pôr. Depois das duas copulas (desta vez foram só duas), ela correu para o ninho. A postura costuma ocorrer entre as 18h00m e as 18h30m.

(17h50m) Cá está o 1º ovinho da Gina e do Barbas. Pai e mãe estão muito orgulhosos do seu feito. Estão ambos dentro do ninho a olhar para aquela coisa redondinha e ligeiramente bicuda num dos extremos. Vamos ver e que isto vai dar daqui a cerca de 17 dias. Uma coisa é certa ... este ovo nasce sem dilema: Estás fertilizado ovo nr.1, parabéns. Foi uma "longa" espera, desde 27 de Maio até hoje ... 12 longos dias até ela pôr o seu ovo nr.1

13 de Junho de 2004:

Muita coisa se passou desde que voltei da Holanda. Neste momento, Já têm 3 ovitos. Do pouco que vi desde que cheguei, não a vejo muito interessada no choco. Vejo-a com muita vontade de passear por fora do ninho. Claro, o Barbas está igual a si próprio, faz muita companhia à fêmea, dentro do ninho. Especialmente neste ninho mais espaçoso.

 
14 de Junho de 2004:
 

Já têm 4 ovos. Perdi um pouco a conta às datas de postura, com esta semana fora. O Barbas continua a passar longos períodos dentro do ninho a fazer companhia à Gina. Não deixo de achar interessante este comportamento dele. Repare-se na foto do lado direito ...

deve ser AMOR !!! Na do lado esquerdo, a prole de 4 ovos do casal.
16 de Junho de 2004:

Hoje é dia do 5º ovo. A ver se vejo a parada nupcial que deve começar lá para as 4 da tarde.

Pelas 15h30m já os apanhei em cenas. Infelizmente, as fotos ficaram uma bodega. Espero que ainda façam mais cenas hoje para poder fazer fotos em condições. Eles estão mesmo doidinhos. Neste momento está a dar-lhe de comer à porta do ninho.

16h15m - Pelos visto aquelas cenas das 3 da tarde chegaram para o 5º ovo. Foi então posto por volta das 4 da tarde. Pena, não consegui fazer a foto reportagem que pretendia. Fica para daqui a 2 dias ... se ela puser um 6º ovo (o que eu duvido).

18 de Junho de 2004:

Malvados ... o 6º ovo foi posto mais cedo do que o costume! Não pude fazer a foto-sexo-reportagem. Aí por volta das 13h00m já lá estava o dito cujo. Tenho pena de não ter marcado os ovos. Já lá vão 6 e gostaria de poder fazer uma melhor gestão desta criação. Com a marcação dos ovos, esse objectivo poderia ser bem conseguido. Assim, não sei qual é o primeiro ovo ou o ultimo. Ainda por cima, existe mais uma particularidade. Acho que a Gina choca em 19 dias. Se tivesse marcado correctamente os ovos poderia confirmar este facto. Assim, nada feito.

Já agora, convém pôr ordem nesta postura. A saber:

1º ovo - 7 de Junho     2º ovo - Dia 10   3º ovo - Dia 12     4º ovo - Dia 14     5º ovo - Dia 16     6º ovo - Dia 18.

Assim, a 1ª cria deverá nascer a 25 ou 26 de Junho, se tudo correr bem.

23 de Junho de 2004:

Mais 2/3 dias e nasce a 1ª cria. Será Lutina??? Está tudo a correr muito bem. Fiz uma inspecção aos ovos e, 3 estão fertilizados, 2 estão secos e 1 não tenho a certeza. Nesta altura, seria óptimo ter os ovos marcados pois poderia estimar com certeza os nascimentos das crias. Assim, terei que esperar até ver. Nada mau, pelo menos 3 crias têm hipóteses de nascer.

Para ela estar mais calminha no seu choco, retirei o Barbas e fui pô-lo junto da 'Docas. A Gina nem deu pela falta dele. Estava à espera de ouvir apitos e assobios mútuos mas, nem um nem outro chamou. Não deixa de ser curioso.

25 de Junho de 2004:

Cá está a 1ª cria do Barbas e da Gina. Não será lutina mas apenas portadora do factor. Repare-se na cor escura dos olhos. Será macho e de cor azul. Tal e qual o papá. Nasceu a meio da tarde, como de costume. Está de papito cheio o que é bom sinal. Um dos ovos ficou sujo de sangue. Espero que não seja prejudicial ao desenvolvimento do embrião. Nasceu exactamente 18 dias depois da postura. Tratava-se então do 1º ovo a ser posto. A próxima cria só deverá nascer daqui a 3 dias.

A Gina está super apegada ao ninho e à cria. Foi um sarilho para a tirar de lá para fazer a foto. Ah grande mamã. Recordo que o Gino está com ela e está com muita vontade se adoptar a cria e os ovos. Mostra vontade de reatar o seu romance com ela e de a alimentar. Ela tem reagido com alguma desconfiança mas não muita. Até reparo que ele está muito mais composto e preocupa-se muito mais com a plumagem desde que está com ela. Está com um aspecto muito mais bonito e cheio.

27 de Junho de 2004:

Nasceu a segunda cria. Está muito saudável e de papo cheio. Também não é lutina. Nota-se a mancha escura na região ocular. De acordo com o Paulo BRO, só poderão ser verdes a não ser que, ela seja portadora de azul. Se forem verdes, será azar pois não é cor que goste!!! Na foto da direita temos a cria 2 em 1º plano e ao fundo a cria 1. Embora não pareça, devido à perspectiva da foto, a cria que nasceu hoje é bem mais pequena que o irmão. Pode-se distinguir também claramente, as manchas oculares escuras.

Decidi mudar hoje o ninho pela primeira vez desde que as crias nasceram. Já estava muito sujo. Agora estão de casinha limpinha. Alterei também o nome do diário acrescentando o nome do Gino. Ela já o aceitou e até já o deixa alimentá-la. Ainda ontem era agressiva com ele. Não há duvida que o charme do Gino lhe conseguiu dar a volta.
29 de Junho de 2004:

Nasceu a 3ª cria e, também não é lutina. O ninho está cheio de excrementos. Já preciso de o mudar todos os dias. Não só o ninho como os ovos que restam. A tentar limpar o dito cujo dum dos ovos, parti ligeiramente a casca. No seu interior estava um embrião que iria nascer pela certa. Que pena. Depois de me documentar e de uma ajuda do PAULO BRO, fiquei a saber que não há problema de maior em lavar o ovo com água tépida. Esta operação amolece as fezes e limpam-se melhor. O interesse em limpar as fezes secas do ovo passa por impedir que bactérias nocivas ao embrião, invadam o interior do ovo. Como sabem, a casca é porosa e facilmente penetram no seu interior podendo matar o embrião.

30 de Junho de 2004:

As 3 crias estão de excelente saúde. Tirei fotos e coloquei no diário fotográfico das crias.

1 de Julho de 2004:

As crias estão óptimas. Pena não ter nascido hoje mais uma. Seria o ovo que tão desastradamente parti?

As crias ainda não são alimentadas pelo Gino. Já alimenta a Gina mas, com ele, a ver pela 1ª criação, só mais tarde é que terá coragem para as alimentar, se a Gina deixar. Quando aos 2 restantes ovos, a Gina já está satisfeita com os 3 rebentos. Acho que não chocará mais ...

03 de Julho de 2004:

Eis que senão quando, nasce a 4ª cria. Esta já não estava à espera pois pareceu-me que ela já não estava no choco. Ali está ela em primeiro plano, cheia de saúde e, se repararem nos olhos ... não é lutina. Isto é espantoso. Já não percebo nada disto. Assim, que tiver a certeza das cores das plumagens das crias, poderei traçar melhor o padrão genético dos pais e tentar detectar as suas origens. Tinha quase a certeza que o Barbas era portador de Ino. Agora já não percebo nada. A foto está péssima devido à falta de luz pois tirei-a já por volta das 20h30m.

   
  05 de Julho de 2004
   
 

Voltei a partir um ovo durante as lavagens. Resultado: todos os 6 ovos desta criação estavam galados e iriam nascer. Paciência, nasceram 4 e estão de boa saúde. A cria 4 é tão pequena mas lá se vai aguentando com papa no papo e cheia de vitalidade. As crias 1 e 2 já mostram a cor que terão olhando para os canudos das penas nas asas. Serão verdes. Como não gosto desta cor, terei algumas aves para a troca de sangues da Irmandade, a promover no mês de Setembro.

   

Nem se vê o pequenito no meio da malta.

  07 de Julho de 2004
   
 

A cria 4 está com problemas. As outras já são muito grandes e cobrem-na de excrementos. Apesar de mudar o ninho duas vezes por dia, não dá para as manter limpas e a diferença de tamanho já é muito grande. Fui dar com ela hoje de manhã com o papo vazio. Tentei alimentar com a sonda que o Paulo BRO me deu mas é muito difícil pois ela recusa-se a abrir o bico. Mesmo assim, ao fim de um certo tempo de insistência, lá consegui meter um pouco de papa para o papo dela. Receio que isto lhe retire muitas energia. Tentei pôr a Gina sozinha com ela e o Gino com os filhos noutra gaiola mas o tipo parece não gostar deles e não os alimentou. Agora estão outra vez todos juntos. Receio que quando voltar logo à tarde ela já esteja morta. Outra coisa: espero que, com estas movimentações todas no ninho, a Gina não rejeite a malta toda. Entre outras coisas, tentei colocar o pequenito com a 'Docas mas ela não o alimentou. Mais, ele não pode ficar sozinho pois precisa do calor dos seus irmãos. A esta altura, a Gina já só dorme com eles. Durante o dia, só vai ao ninho para os alimentar. E está a fazer um bom trabalho. O Gino não ajuda nada. Noto que ela está suja de restos de papa debaixo do bico na zona da garganta e no peito. Vamos ver o que as próximas horas trazem.

Às 15h35m

Tudo parece bem. A cria 4 já tem sementes no papo. Está a conseguir viver no meio do pessoal grande. Eles já começam a estar virados para a saída do ninho. O problema continua a ser os excrementos pois a cria 4 ainda é muita pequena e pode ficar coberta deles num instante. Os manos já largam bostas consideráveis. Parece que querem fazer concorrência ao Ferro Rod. O truque é ir sempre trocando os ninhos e limpando para que a sujidade não se acumule nas crias.

   
 

08 de Julho de 2004:

 
   

Ponto da Situação:

Cria 1: 13 dias, Cria 2: 11 dias, Cria 3: 9 dias, Cria 4: 5 dias.

Lá está ela em 1º plano. Devido às dificuldades que tem tido em ser alimentada correctamente, apresenta um desenvolvimento típico de 2/3 dias. Com 5 dias já deveria apresentar plumagem no dorso e indícios de abertura dos olhos. Nada disso se verifica. Mas, está de boa saúde e de papo cheio. Creio que o pior já passou. Hoje tive que a limpar dos excrementos que cobriam o corpo todo. Não foi tarefa fácil. Já se agita muito e tive medo de a deixar cair.

  Utilizei água morna  para amolecer os  

excrementos secos  e lá consegui limpá-la. Na foto já se pode ver isso. Quanto às outras crias, também estão bem sujas mas, estou à espera da cria 4 estar mais forte para depois então poder agitar mais o ambiente do ninho. Quanto a cores, neste momento já acho que a cria 2 será azul. A cria 1 é verde. Ficará para a troca de sangues em Setembro. Não gosto de malta verde, como já é sabido. Espero conseguir um belo exemplar azul. Como o Beto BRO gosta de verdes, ele fica com esta e arranja-me um azul.

 
10 de Julho de 2004:
 
A cria 4 acabou por morrer. Depois do tratamento que o Barbas a submeter. Quase a matou à bicada. Só não o fez porque eu os separei a tempo. Esse era o destino dela assim que a Gina percebeu a passou a alimentá-la muito pouco. Mas, as outras crias cá estão e, ao que parece, a cria 3 também é azul. Fixe. Só espero que sejam machos.
 
16 de Julho de 2004:
 

As crias estão óptimas. Hoje estive a limpar o ninho e trocá-lo. Aproveitei e limpei as patas delas pois estavam cheias de excremento. Fiquei espantado com as cores das crias 2 e 3. São ... castanhas, ou melhor: tem penas castanhas nas asas. Será que o factor canela anda ali misturado??? Que estranho. Estou curioso por saber a cor definitiva delas. Quanto à primeira, não existem dúvidas: é verde. Na foto da direita está em 1º plano a cria 1 e a cria 2. A 3 está escondida. Ninho limpinho e patas a condizer. A mãe espreita ao fundo do buraco. A cria 1 já tem curiosidade e espreita também lá para fora. Já se empoleira no poleiro interior do ninho.

   
02 de Agosto de 2004:

Esta criação correu bem. Pena que eu tenha partido dois ovos que estavam fertilizados. Pena também que a cria 4 não tenha resistido. Mas, três lindas aves estão cá fora para engrossar as hostes.

 

Encerro este Diário da Gina e do Barbas com um link para a Galeria de Fotos onde poderão ver as últimas das crias 2 e 3.

 
 

Home | Neophemas | Contacte-me | Aves Disponíveis | Links | Técnicas de Criação | Periquito Australiano | Diários | Inventário | Galeria de Fotos | Gaiolas Bricolage | Abrigo de Jardim

Este site foi actualizado pelo última vez em 02/08/04